Jesus tem um Deus?

A resposta para essa pergunta é sim e não. Para respondê-la de forma apropriada, precisamos aprender um pouco de teologia bíblica e um pouco de lógica. Em primeiro lugar, Jesus tem duas naturezas: divina e humana. Isso é chamado de "União Hipostática".

Em segundo lugar, como homem, Jesus foi nascido debaixo da lei (Gálatas 4:4), e foi feito um pouco menor que os anjos, por um tempo (Hebreus 2:9). Como alguém que estava debaixo da lei, e que era um bom judeu, era necessário que Jesus obedecesse à lei, e adorasse a Deus (nessa caso, o Pai - vide João 17:5).

Em terceiro lugar, temos que tomar cuidado com a palavra "Deus". Nós não queremos cometer o erro lógico no qual o significado de uma palavra muda, à medida que a usamos. Deixe-me clarificar.

Por favor leia as duas frases a seguir com cuidado, e note para quem a palavra Deus é usada, em cada uma delas.

  1. A Trindade é um ensinamento que diz que o único Deus de toda a existência consiste em três naturezas divinas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
  2. O Pai é Deus, o Filho é Deus, e o Espírito Santo é Deus.

Na frase 1, a palavra "Deus" é um quantitativo, lidando com quantos deuses existem. Na frase 2, a palavra "Deus" é um qualitativo, que lida com a natureza; ou seja; a natureza divina.

Então quando alguém pergunta se Jesus tem um Deus, existe um risco enorme aqui de, ao se responder, confundir o sentido quantitativo com o sentido qualitativo. Por isso é importante o entendimento da teologia bíblica, que proporciona uma resposta adequada. Aqui está:

Sim, Jesus, que é a segunda pessoa da Trindade, e divino por natureza, adorou a Deus o Pai, como um bom judeu que estava debaixo da lei (Gálatas 4:4). Lembre-se, Jesus havia se humilhado, e se esvaziado na encarnação, e estava se submetendo às limitações humanas, enquanto obedecia à lei judaica (Filipenses 2:5-8). Além disso, Jesus ainda é um homem (1 Timóteo 2:5, Colossenses 2:9), e será homem para sempre (1 Coríntios 15:28, Hebreus 6:20; 7:25). Logo, pode-se dizer que Jesus, o homem, tinha alguém a quem ele chamava de Deus, e isso era uma referência ao Pai. Como ele sempre será um homem (além de ser divino), ele sempre terá alguém para chamar de Deus - mas isso será sempre uma referência a Deus o Pai. Isso não significa que Jesus não compartilhe a mesma natureza divina que Deus o Pai, uma vez que a Bíblia diz que Jesus também é Deus feito homem (João 1:1,14; Colossenses 2:9, Hebreus 1:8).

 

 

 

 
 
CARM ison