O morcego é uma ave?

(Levítico 11:13-19) - "Das aves, estas abominareis; não se comerão, serão abominação: a águia, o quebrantosso e a águia marinha; o milhano e o falcão, segundo a sua espécie,
todo corvo, segundo a sua espécie, o avestruz, a coruja, a gaivota, o gavião, segundo a sua espécie, o mocho, o corvo marinho, a íbis, a gralha, o pelicano, o abutre, a cegonha, a garça, segundo a sua espécie, a poupa e o morcego."

No versículo 13, Moisés nos fala a respeito das aves, e em seguida ele as lista. No versículo 19, vemos que o morcego é incluido nessa lista. Nós sabemos que o morcego não é uma ave. Isso significa que a Bíblia está incorreta?

A Bíblia não foi feita para ser uma descrição científica das categorias biológicas modernas. Ao invés disso, ela foi escrita da perspectiva do que vemos. Em outras palavras, ela faz categorizações genéricas. Nesse caso, o morcego é classificado como uma ave porque, como aves, o morcego voa, além de ter um tamanho parecido com a maioria das aves. Se não soubessemos que ele é um mamífero, seria perfeitamente lógico chamá-lo de ave. Para o hebreu dos tempos antigos, chamar o morcego de ave era perfeitamente lógico. Porém, em tempos modernos, nós classificamos as espécies de forma mais específica, e categorizamos o morcego como um mamífero, e não uma ave.

Além disso, devemos estar cientes que a ciência moderna tem sistemas de classificação diferentes dos sistemas dos tempos antigos. Para os antigos, criaturas como o morcego eram considerados aves, uma vez que todos os animais que voavam eram caracterizados como aves. Se essa era a categoria que eles usavam, então eles estavam corretos. Não é um erro, e sim uma diferença de método de categorização. O crítico impôs um sistema moderno de categorização sobre um texto antigo, e em seguida disse que a Bíblia esta errada. Isso é um grande erro.

 

 

 

 
 
CARM ison