Uma Resposta Bíblica aos Mórmons

Tradução de Cíntia Allsup

Testemunhar a um mórmon é como tentar escalar uma montanha de gelatina: difícil encontrar um ponto de partida. Mas, se você está interessado em saber sobre o que o Mormonismo ensina, já está no caminho certo. Veremos a seguir alguns modelos básicos de testemunho que poderão lhe ajudar a testemunhar aos mórmons. Embora nenhum deles seja infalível, esses modelos lhe darão o suporte básico necessário para capacitá-lo a testemunhar. Caberá a você utilizar este aprendizado, desenvolver mais suas habilidades de testemunho e aperfeiçoar seu método enquanto pratica. Lembre-se, a melhor maneira de aprender a testemunhar é testemunhando.

Existem duas coisas importantes que você precisa saber antes de começar a evangelizar mórmons. Primeiro, você precisa entender os significados que eles dão aos mesmos termos bíblicos que você utiliza: Trindade, Jesus, salvação, céu, etc. Segundo, você tem quer ser capaz de demonstrar que eles acreditam em um falso Jesus. Isto é muito importante, pois somente o verdadeiro Jesus dá vida eterna (João 10:28), revela o Pai (Mateus 11:27 ) e envia o Espírito Santo (João 15:26).

Para começar, você precisa estudar com afinco A Terminologia dos Mórmons e das Testemunhas de Jeová. Uma vez que tenha entendido o que eles estão dizendo, estará muito mais capacitado para testemunhar.

Para testemunhar você precisa ensinar. Para ensinar, você precisa entender. Para entender, você precisa não somente saber o que você acredita, mas também o que eles acreditam.

  1. Terminologia
    1. Quando um mórmon diz que acredita na Trindade, não quer dizer que acredita na Trindade ortodoxa e histórica, na qual Deus existe em três pessoas. Trindade, para o mórmon, é uma posição exercida por três deuses distintos: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
      1. Lembre-se, a doutrina correta da Trindade é que existe somente um Deus, o qual tem existido por toda a eternidade. Este único Deus existe em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Eles não são três deuses distintos, mas somente um Deus.
    2. Quando o mórmon diz que acredita em Deus, não está falando do Deus verdadeiro, o criador de todas as coisas, aquele que sempre existiu. Ele quer dizer que acredita em um deus que já foi um homem em outro planeta, que seguiu as leis e ordenanças do deus daquele planeta até que foi exaltado à posição divina. E, para completar, ele tem uma esposa-deusa.
    3. Quando estiver testemunhando a um mórmon, você pode estar usando as mesmas palavras que eles, mas não estará falando a mesma língua. Por isso, é uma boa ideia estudar as Diferenças de Terminologia, onde os significados dos termos mórmons (e das Testemunhas de Jeová) são explicados e confrontados com suas verdadeiras definições.
  2. Eles têm um Testemunho
    1. Os mórmons serão firmes em dizer que têm um testemunho, e lhe dirão que sabem que a Igreja Mórmon é verdadeira e que Joseph Smith foi realmente um profeta de Deus.
    2. Você pode abordar essa questão de duas formas:
      1. Pergunte a eles onde está esse testemunho.
        1. "No meu coração", responderão.
        2. Pergunte de volta: "Você sabia que a Bíblia diz para não confiarmos no nosso coração porque ele é enganoso?"
        3. "Quem pode entendê-lo?" (Jeremias 17:9).
      2. Segundo, pergunte como eles obtêm esse testemunho. Eles dirão que foi por meio do Espírito.
        1. Então pergunte: "Quem é que dá testemunho da verdade?
        2. Eles responderão que é o Espírito Santo.
          1. Demonstre gentilmente que o Espírito Santo testemunha a respeito de Jesus (João 15.26) e que Jesus envia o Espírito Santo (João 15.26).
          2. Uma vez que tenha mostrado que o Espírito Santo é enviado por Jesus, pergunte se um falso Jesus poderia enviar o Espírito Santo verdadeiro. A resposta, claro, é não.
          3. A questão é que somente o Jesus da Bíblia pode enviar o Espírito Santo. Assim, se eles não têm o verdadeiro Jesus não podem ter o verdadeiro Espírito Santo, e o testemunho deles é inválido.
  3. Orando sobre o Livro de Mórmon
    1. Os Mórmons acreditam que se alguém ler o Livro de Mórmon e orar perguntando a Deus se ele é verdadeiro, receberá um testemunho do Espírito Santo confirmando sua veracidade. Se o livro for verdadeiro, então Joseph Smith é verdadeiro e também o Mormonismo. Muitos mórmons alegam ter este testemunho.
      1. Primeiro, Deus nunca disse para orarmos perguntando se algo é verdadeiro. Ele nos diz para buscarmos a verdade nas Escrituras (Atos 17.11; 2 Timóteo 3.16).
        1. Então, o que os mórmons estão fazendo não é bíblico.
      2. Segundo, o que você sente não importa. Pois, se o que você sente contradiz a Bíblia, então o que sente é errado.
      3. Terceiro, pergunte se eles já tiveram que orar a respeito da Bíblia para saber se ela é verdadeira. É claro que eles não fizeram isso! Então, por que precisam orar sobre o Livro de Mórmon?
        1. Eles responderão que o Livro de Mórmon ensina que eles orem sobre isso.
        2. Ainda assim, a Bíblia nos diz para estudarmos a Palavra para encontrarmos a verdade, não diz para orarmos sobre ela.
    2. Um versículo conhecido que os mórmons usam para defender o que acreditam a respeito de se orar sobre o Livro de Mórmon encontra-se em Tiago 1.5: "Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida." Eles usam este versículo pois, uma vez que acreditam que são sinceros, Deus irá respondê-los.
      1. Primeiro, o problema com a sinceridade é que ela se transforma em ato de justiça (Tito 3:5), pois o que a pessoa está dizendo com isso é: "Por causa da minha sinceridade, Deus me ouvirá". Em outras palavras, por causa da condição da pessoa, Deus olhará para ela com aprovação. Deus não olha para dentro de uma pessoa e encontra ali algo bom, porque ninguém é bom (Romanos 3:10-12; Efésios 2:3).
      2. Segundo, este versículo é sobre sabedoria, não sobre orar para saber se o Livro de Mórmon é verdadeiro.
      3. Tiago 1:1 diz: "Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos dispersas entre as nações:  Saudações." Vemos aqui, que o livro de Tiago foi escrito para aqueles que eram crentes e que já tinham a verdade. É por isso que Tiago os chama de "irmãos" no verso 2.
    3. Terceiro, a sabedoria é o uso próprio do conhecimento, não da aquisição de conhecimento. Adquire-se verdadeiro conhecimento espiritual por meio da Bíblia, não seguindo o coração. Não ore sobre o Livro de Mórmon, ore sobre as verdades que aprendeu com a Bíblia e peça a Deus para que lhe ensine mais e lhe mostre como aplicar propriamente o que Ele já revelou.
  4. O que é o Evangelho?
    1. A próxima abordagem é curta e direta. Às vezes é necessário ser direto e franco para ganhar a atenção deles. Pergunte ao mórmon: "O que é o evangelho?".
      1. Ele dirá algo parecido com: "O evangelho são as leis e ordenanças da Igreja Mórmon".
      2. Pergunte de novo e fique atento para ouvir qualquer menção sobre o perdão de pecados dado gratuitamente por meio do sacrifício de Jesus na cruz. Você geralmente ouvirá uma resposta que falará sobre obras, obediência, fazer algo, etc.
      3. Depois que a pessoa tiver respondido, explique que de acordo com a Bíblia, é o evangelho que nos salva, que nos purifica de nossos pecados e que nos permite entrar na presença de Deus o Pai. Explique que a Bíblia define especificamente o que é o evangelho, e que é o evangelho que nos torna cristãos; depois, pergunte novamente: "O que é o evangelho?"
      4. Depois que ouvir uma resposta recheada de "atos de justiça", abra a sua Bíblia em 1 Coríntios 15:1-4 e leia:  "Irmãos, quero lembrar-lhes o evangelho que lhes preguei, o qual vocês receberam e no qual estão firmes. Por meio deste evangelho vocês são salvos, desde que se apeguem firmemente à palavra que lhes preguei; caso contrário, vocês têm crido em vão.  Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, foi sepultado e ressuscitou no terceiro dia, segundo as Escrituras."
        1. Explique que o evangelho é a morte, o sepultamento e a ressurreição de Jesus... pelos pecados!
      5. Depois abra em 2 Coríntios 4:3-4 e leia: "Mas se o nosso evangelho está encoberto, para os que estão perecendo é que está encoberto. O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus."
        1. Responda desta forma: "Você claramente não compreendeu a mensagem do evangelho de Jesus o Salvador, e a Bíblia mostra claramente o porquê. É porque a sua mente foi encoberta."
  5. A Apostasia
    1. O Mormonismo defende que a mensagem do evangelho se perdeu na Terra logo após a morte dos apóstolos.
      1. O apóstolo mórmon Orson Prat disse: "Jesus (...) estabeleceu seu reino na Terra (...) os reinos deste mundo guerrearam contra o reino de Deus estabelecido há dezoito séculos, e eles prevaleceram, e o reino de Deus deixou de existir. (Journal of Discourses. Vol. 13, página 125).
      2. Porém Jesus disse: "Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela." (Mateus 16:18, ACF).
      3. Como você pode ver, o Mormonismo contradiz o que Jesus disse. É por isso que eles precisam dizer que a Bíblia não é confiável. Quer dizer, não é confiável apenas quando discorda do Mormonismo.
  6. A Autoridade e os Sacerdócios Mórmons
    1. Como não bastasse o Mormonismo alegar ser a restauração do evangelho, também afirma ter a autoridade de exercer funções sacerdotais e, desta forma, ser a própria representação de Deus aqui na Terra.
    2. Todos os ofícios da Igreja Mórmon desenvolvem-se a partir dos sacerdócios.
      1. Melquisedeque - o sacerdócio maior. Consiste em vários ofícios:
        1. Élder, setenta, sumo sacerdote, patriarca ou evangelista e apóstolo.
        2. Aarônico - parte do sacerdócio de Melquisedeque.
      2. Sacerdócio Aarônico - o sacerdócio menor
        1. É sinônimo de sacerdócio levítico (D.&C. 107:1,6,10)
        2. Administra as ordenanças (D.&C. 107:13-14)
        3. Diácono, mestre e depois sacerdote.
    3. De maneira simples e direta, a Bíblia contradiz o que os mórmons acreditam a respeito do sacerdócio.
      1. Jesus é o único sumo sacerdote após a ordem de Melquisedeque (Hebreus  3:1; 5:6,10; 6:20; 7:11,15,17,21,24,26; 8:1; 9:11).
        1. "Onde Jesus, que nos precedeu, entrou em nosso lugar,  tornando-se sumo sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque." (Hebreus 6:20).
        2. "O que acabamos de dizer fica ainda mais claro quando aparece outro sacerdote semelhante a Melquisedeque, alguém que se tornou sacerdote, não por regras relativas à linhagem, mas segundo o poder de uma vida indestrutível."(Hebreus 7:15-16).
      2. O sacerdócio de Melquisedeque é permanente e intransferível
        1. "mas, visto que vive para sempre, Jesus tem um sacerdócio permanente."(Hebreus 7:24).
  7. Vários deuses
    1. Um marco verdadeiramente divisor entre o Cristianismo e o Mormonismo é a doutrina da pluralidade de deuses.
      1. O Mormonismo ensina que existem vários deuses. (Bruce McConkie, Mormon Doctrine, página 163; Teachings, páginas 348-349).
      2. Buscando parecerem legítimos, eles até citam 1 Coríntios 8:5 para dizer que a Bíblia também ensina sobre a existência de vários deuses. 1 Coríntios 8:5 diz: "Pois, mesmo que haja os chamados deuses, quer no céu, quer na terra (como de fato há muitos "deuses" e muitos "senhores").
        1. Eles dirão, "Veja, a Bíblia também ensina que existem muitos deuses."
        2. Você pode responder: "Ela diz que existem muitos "chamados deuses". Não diz que são realmente deuses. O texto apenas diz que são chamados de deuses. As Escrituras reconhecem a existência de falsos deuses (Gálatas 4:8).
        3. Além disso, a Bíblia absolutamente nega a existência de outros deuses.
          1. "Vocês são minhas testemunhas", declara o Senhor, " (...) Antes de mim nenhum deus se formou, nem haverá algum depois de mim". (Isaías 43:10).
          2. "Assim diz o Senhor, o rei de Israel, o seu redentor, o Senhor dos Exércitos: Eu sou o primeiro e eu sou o último; além de mim não há Deus (...) Não, não existe nenhuma outra Rocha; não conheço nenhuma". (Isaías 44:6,8).
          3. "Eu sou o Senhor, e não há nenhum outro; além de mim não há Deus." (Isaías 45:5).
  8. Erros no Livro de Mórmon
    1. Salvo pela graça depois de tudo o que pudermos fazer? (2 Néfi 25:23)
    2. Como pode Morôni ter "lido" Hebreus 13:8 e Tiago 1:17 se o Novo Testamento não havia chegado na América? (Mórmon 9:9).
    3. Helamã 12:25-26, escrito em 6 a.C., diz "Lemos", uma referência a 2 Tessalonicenses 1:9 e João 5:29  noventa anos antes de serem escritos.
    4. Jesus, um filho de Deus (Alma 36:17).
    5. Mosias 21:28 diz que o Rei Mosias tinham um dom de Deus, mas nos manuscritos originais do Livro de Mórmon lê-se "Rei Benjamim".
    6. Jesus nasceu em Belém (Miquéias 5:1-2; Mateus 2:1). O Livro de Mórmon (Alma 7:9-19) diz que foi em Jerusalém.

 

Este artigo também está disponível em: Espanhol

 

 

 

 
 
CARM ison
 
 
CARM.org
Copyright 2014

CONTACT US:
CARM Office number: 208-466-1301
Office hours: M-F; 9-5 pm; Mountain Time
Email: [email protected]
Mailing Address: CARM, PO BOX 1353, Nampa ID 83653