Você é Mórmon?

Se você for mórmon, por favor, entenda que este site não tem nada pessoal contra você. Compreendo que você acredita ter o "testemunho" do Espírito que lhe “confirma” a veracidade do Livro de Mórmon e que crê também que Joseph Smith foi um verdadeiro profeta de Deus. Você é, provavelmente, uma boa pessoa (ou está tentando ser) e quer servir e honrar a Deus. Isso é bom e admirável. Sua fé deve ser realmente grande. Contudo, ela só é legítima se o objeto da sua fé também for.

Jesus disse que a verdade nos libertará (João 8.32), então, se o que está sendo afirmado aqui neste site sobre o Mormonismo for verdade [e acreditamos que seja], poderá ajudar muitas pessoas, inclusive você. Ao menos examine as evidências apresentadas aqui e verifique se elas subsistem a uma avaliação crítica. Se você quiser discutir algum assunto levantado aqui, sinta-se à vontade para nos escrever. Mas, por gentileza, fique dentro do assunto. Anexe documentos e apresente seus argumentos. Muitos mórmons simplesmente lançam insultos sem nenhum fundamento.

No entanto você afirma que tem um testemunho e que sabe que o Mormonismo é verdadeiro. Você leu o Livro de Mórmon e recebeu a confirmação de que é verdadeiro pelo poder do Espírito. Mas até mesmo o que entendemos ser verdade precisa ser examinado à luz da Palavra de Deus. (Atos 17.11).

Deus nos disse para examinarmos todas as coisas à luz de Sua Palavra. (2 Timóteo 3.16). Sugiro que você compare os ensinos do Mormonismo com os ensinos da Bíblia. Talvez você não ache isso necessário, pois "sabe" que a Igreja SUD é verdadeira. Talvez você tenha lido o Livro de Mórmon e sentido um "arder no peito". Talvez você tenha a certeza de que sua fé não irá oscilar, pois tem seu testemunho sobre a legitimidade do Mormonismo, sobre o Livro de Mórmon e sobre Joseph Smith. Certo?

Se você concordou com a afirmação anterior, tenho, então, uma pergunta a lhe fazer: O que você fez com Jesus? É sobre Ele que mais testemunha? É Ele a quem você mais ama e serve? (Mateus 4.19; Romanos 16.18)? Ou é Ele simplesmente um membro de sua igreja, um irmão mais velho e alguém que existe só para a ajudá-lo a testemunhar do Mormonismo? Se for nisso em que você acredita, sinto muito, mas está enganado!

Todas as coisas devem ser examinadas à luz da Palavra de Deus. Porém, o Mormonismo lança fortes dúvidas sobre a veracidade da Bíblia. Afirma que a Bíblia foi corrompida e que muitas verdades simples e preciosas foram perdidas. O 8º Artigo de fé declara: "Acreditamos que a Bíblia seja a Palavra de Deus o quanto esteja correta sua tradução." Em History of the Church, vol. 6, p. 461, Joseph Smith diz, "Eu lhes disse que o Livro de Mórmon era o mais correto de todos os livros na Terra". Na verdade, Joseph Smith até alterou, ou seja, “corrigiu” a Bíblia em uma versão que chamou de "Uma Versão Inspirada da Versão Autorizada". A Versão Autorizada é popularmente conhecida como A Bíblia King James. Na "Versão Inspirada" de Joseph Smith há várias tentativas de “correção” da Bíblia que temos hoje.

É por trás dessas suspeitas infundadas sobre a Bíblia que a teologia Mórmon prossegue e, assim, permitiu que várias doutrinas mórmons não bíblicas se desenvolvessem.

Esta é uma situação muito parecida com a de quando a serpente falou com Eva: "...Foi isto mesmo que Deus disse: 'Não comam de nenhum fruto das árvores do jardim'?” (Gênesis 3.1). Satanás, para enganar Eva e também Adão, lançou, primeiramente, dúvidas sobre a Palavra de Deus. Veja, então, o que a serpente diz: “Deus sabe que, no dia em que dele comerem, seus olhos se abrirão, e vocês, como Deus serão conhecedores do bem e do mal” (Gênesis 3.4-5). Depois que Eva duvidou da Palavra de Deus, Satanás lhe disse que ela seria como Deus, tendo o conhecimento do bem e do mal.

Neste instante, gostaria de destacar o que James Talmage diz em seu livro "Artigos de Fé", página 62: “A chance do vencedor ganhar a recompensa derrotando o mal foi explicada aos nossos pais e eles se regozijaram. Adão disse: 'Louvado seja o nome do Senhor, pois por causa da minha transgressão meus olhos foram abertos; e nesta vida hei de regozijar; e novamente, em carne, verei a Deus'. Eva alegrou-se e declarou: 'Se não fosse por nossa transgressão nunca teríamos frutificado; nunca teríamos conhecido o  bem e o mal, a alegria de nossa redenção e a vida eterna que Deus deu a todos que lhe obedecem'.”

É interessante observar que, na teologia Mórmon, foi uma bênção para Adão ter transgredido a Palavra de Deus para que seus olhos pudessem ser abertos. Tanto Adão como Eva indicaram especificamente que sua transgressão foi uma bênção. Mas o mórmon irá dizer que foi a transgressão que permitiu que eles gerassem filhos (frutificassem), que conhecessem o bem e o mal e a verdade da redenção. Minha conclusão é simples: a queda e o pecado da rebelião são celebrados no Mormonismo. Creio que somente os ímpios celebram o pecado.

Eu realmente espero que você busque o Deus da Bíblia, compare-o ao do Mormonismo –  sem se basear em sentimentos subjetivos – e examine o Mormonismo contra os fatos. A eternidade é tempo demais para se arriscar estar errado.

Em Jesus,

Matt Slick

Tradução de Cíntia Allsup

 

Este artigo também está disponível em: Espanhol

 

 

 

 
 
CARM ison