Amigo católico, você já leu o catecismo da igreja Católica?

Por David Brito

O Brasil tem a maior população católica do planeta, cerca de 61 % dos brasileiros se dizem católicos.¹

Os católicos batizados no mundo passaram de 1,115 a 1,254 bilhões, entre 2005 e 2013, o que representa um aumento de 12%. No mesmo período, a população mundial passou de 6,463 a 7,094 bilhões. A percentagem de católicos batizados no mundo, portanto, representa 17,7% da população. Os dados estão contidos no Anuário Pontifício 2015.²

Mas uma pergunta deve ser feita, quantos destes bilhões de católicos já leram o catecismo da Igreja Católica Romana?[CIC].

É importante?

Sim, é de suma importância que ao se tornar adepto de uma religião a pessoa saiba o que esta religião acredita e ensina como verdade, pois, ao se declarar, por exemplo, católico, a pessoa em questão está aceitando como certas e verdadeiras todas as declarações de fé que a Igreja Católica faz e ensina. Pois como acertadamente declarou o Papa Bento XVI  “Tendes de conhecer a vossa fé como um especialista em tecnologia domina o sistema funcional de um computador. Tendes de a compreender como um bom músico entende uma partitura."

 

Fontes da fé católica Romana

Ao passo que os protestantes tem somente a bíblia como a sua pratica de regra e fé, a igreja católica romana reconhece 3 fontes;  A bíblia, a Tradição apostólica, e o magistério da igreja.

 

Catecismo da Igreja Católica [CIC]

Toda a crença da Igreja Católica Romana [ICAR] está em um documento chamado de Catecismo da Igreja Católica [CIC] veja como a própria igreja católica o define;

O Catecismo é depois da Bíblia o livro mais importante da igreja católica. Nele você encontra o conhecimento seguro da fé da igreja católica acumulado nestes 2.000 anos - e numa formulação precisa e reconhecida pela igreja.

  • O GRANDÃO
    Com mais de 800 páginas, o grande Catecismo da Igreja Católica (CIC) que foi publicado nos anos oitenta e noventa do século passado, foi lançado a partir de um desejo do Papa João Paulo II e um sínodo episcopal. Uma participação significativa nesta obra foi de Joseph Ratzinger que naquela época era o Prefeito da Congragação da Fé e Christopf Schönborn, mais tarde o Cardeal de Viena. Este livro se dirige principalmente a Bispos, Padres e Professores da Fé.
  • O MENOR
    Em 2005, , foi lançado o "Compêndio para o Catecismo da Igreja Católica" uma versão bem encolhida do CIC com apenas 300 páginas. Este Compendio foi pensado para o uso de adultos e famílias. Ele foi escrito na forma de perguntas e respostas. 
  • O MAIS NOVO
    Para permitir especialmente para adolescentes e jovens um acesso mais fácil à fé da igreja católica foi criado entre os anos 2006-2011 o YOUCAT, baseado no grande "CIC" e no "Compêndio". Este livro também foi escrito na forma de perguntas e respostas.

 

Todos os Catecismos tem a mesma estrutura básica divididos em quatro partes. A primeira parte ocupa-se com os artigos da fé, como estão inseridos no Credo; a segunda ocupa-se com os sacramentos, a terceira com os dez mandamentos e a quarta com a oração. Tudo que um cristão católico precisa saber encontra-se então nos quatro números:

  • 12 Artigos da Fé
  • 7 Sacramentos da Igreja
  • 10 Mandamentos
  • 24 horas de união com Deus (Oração)

Na Igreja Primitiva o local original para uma catequese (= Doutrina da Fé) era a preparação para o batismo de adultos. Passo a passo eles foram iniciados nos mistérios da fé. Mais tarde, na Idade Média foram criados os livros, que possuíam o mesmo alvo: os catecismos queriam apresentar a todas as pessoas interessadas na fé, a riqueza do conhecimento da fé compartilhada.

Na Nova Evangelização o catecismo tem um papel especial. Muitos hoje acham que a fé é apenas um sentimento subjetivo. Que a fé não tem nenhum conteúdo especial. "Verdade" é coisa que não existe. Por isso é desnecessário um catecismo onde as verdades da fé são apresentadas.

Mas isto é falso.

Nós não acreditamos em nós mesmos, nos nossos sentimentos e opiniões. Nós acreditamos que a verdade existe e que a podemos reconhecer. Nós aceitamos como verdadeiro aquilo que Deus nos revelou. Nós acreditamos em Jesus Cristo, que é para nós "O caminho, a verdade e a vida" (Jo 14,6). Nós acreditamos nele e no que ele sabe de Deus. Nós acreditamos na igreja, naquilo que ela sabe de Deus (transmitido pelo Espírito Santo). Nós acreditamos no testemunho dos grandes crentes de todos os séculos, que entenderam profundamente Jesus Cristo e a Sagrada Escritura. Muitos morreram defendendo a fé na verdade. Quem quiser ser um profissional jovem da fé, quem quiser ter uma fé brilhante, clara e envolvente tem que estudar dois livros:

1. A Bíblia

2. O Catecismo

Note o que diz o último paragrafo “Quem quiser ser um profissional jovem da fé, quem quiser ter uma fé brilhante, clara e envolvente tem que estudar dois livros: A Bíblia e o Catecismo”

Assim sendo, segundo o papa, se você é católico apostólico romano, e não leu a bíblia e o catecismo, você jamais terá uma fé clara e brilhante do cristianismo.

Como cristão, espero que você realmente lei a bíblia e o catecismo da igreja católica, mas não fique na leitura, espero que você faça uma comparação entre os ensinos das escrituras e os ensinos do catecismo. E tire você mesmo as suas conclusões.

Ao fazê-lo você poderá observar ensinos totalmente estranhos as escrituras sagradas, como por exemplo;

 

 A Igreja Católica é a única igreja verdadeira igreja (CIC 2105)

 A infalibilidade da Igreja Católica (CIC 2035)

 Só a Igreja Católica Romana tem autoridade para interpretar as Escrituras (CIC 100)

O Papa é a cabeça da igreja e tem a autoridade de Cristo (CIC 2034)

A Igreja Católica Romana é necessária para a salvação (CIC 846)

 A Sagrada Tradição é igual à escritura (CIC 82)

Remissão dos pecados, a salvação, pela fé e obras (CIC 2036 CIC 2080 2068)

Os benefícios da salvação são somente através da Igreja Católica Romana

 A Graça por mérito (CIC 2010 CIC 2027)

 Os méritos de Maria e dos santos podem ser aplicados para os católicos e outros (1477)

Penitência é necessária para a salvação (CIC 980)

 Purgatório (CIC 1031 CIC 1475), indulgências (CIC 1471 CIC 1478 CIC 1498 CIC 1472)

 Maria é Mediadora (CIC 969)

 Maria traz-nos os dons da salvação eterna (CIC 969)

 São apenas alguns exemplos dos falsos ensinos contidos no catecismo romano.

Você pode começar me respondendo apenas uma pergunta;

Porque é ensinado no Catecismo que você pode alcançar a salvação observando os mandamentos (CIC 2010 CIC 2027) quando a Bíblia diz que somos salvos sem as obras da lei mediante a fé (Rm 3: 28-30, 4: 5, Gl 2:16.)?

 

Amigo católico segue aqui um link entre vários do catecismo católico para que você possa verificar as informações aqui escritas, bom estudos!