Doutrinas Básicas do Cristianismo.

O que você verá aqui, é um estudo básico da doutrina cristã. É breve, acurado e informativo.  Como em qualquer empreendimento de aprendizado, é importante você aprender o  básico, pois ele é fundamento da sua fé cristã. Se você aprender o que está aqui, você terá um bom conhecimento das doutrinas cristãs. "Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à maturidade." (Heb. 6:1).  Um edifício é tão forte quanto a sua fundação.

A Bíblia.

  1. A bíblia consiste em 66 livros: 39 no AT e 27 no NT. (Note: 3 x 9 = 27).
    1. O AT tem 23,214 versos. O NT tem 7,959 versos.
  2. A bíblia levou 1.600 anos para ser escrita.
    1. Foi escrita em três idiomas (Hebraico, Aramaico, e Grego) por cerca de 40 autores, sendo totalmente coerente.
    2. Ela foi escrita em três continentes: África, Ásia e Europa.
  3. 3. foi escrito por uma variedade de pessoas: profetas, padre, copeiro, um rei, os juízes, e pescadores, boiadeiro, etc.
  4. A primeira tradução da Bíblia em Inglês foi iniciada por John Wycliffe e completada por John Purvey em 1388 AD.
  5. A primeira edição da bíblia em inglês foi publicada possivelmente em  algum tempo antes de 1752.
  6. A primeira edição em português foi em 1748 a partir da vulgata latina por João Ferreira de Almeida e completada por colaboradores holandeses.
    1. De acordo com as Sociedades Bíblicas Unidas, a Bíblia já foi traduzida, até 31 de dezembro de 2007, para pelo menos 2.454 línguas e dialetos.
  7. A bíblia foi dividida em capítulos por Stephen Langton por volta de 1228.
    1. O antigo testamento foi dividido em versos por R. Nathan em 1448 e o Novo Testamento por Robert Stephanus em 1551.
  8. Antigo Testamento com seus 39 livros divide-se em 5 principais divisões;
    1. Pentateuco (Genesis a Deuteronômio), Históricos (Josué a Ester), Poéticos (Jó até cantares de Salomão), Profetas maiores (Isaias até Daniel), Profetas menores (Oseias até Malaquias).
  9. Novo Testamento num total de 27 livros divide-se em 4 principais divisões:
    1. Evangelhos (Mateus até João), Histórico (Atos), Epístolas (Romanos até Judas), Proféticos (Revelação).
  10. Confiabilidade dos documentos bíblicos;

i.   A bíblia é 98½% textualmente pura. Isto significa que, de todas as cópias dos manuscritos bíblicos de toda a Bíblia só 1½% tem alguma dúvida. Nada em todos os antigos escritos de todo o mundo, se aproxima da precisão da transmissão encontrada nos documentos bíblicos. O 1½ por cento que está em questão não afeta as  doutrinas nela expostas. As áreas de interesse são chamadas de variantes, e consistem principalmente em variações de redação e ortografia.

ii.  O At não tem muitos manuscritos de apoio como o NT, mas no entanto, é extremamente confiável.

  1. A Septuaginta, uma tradução grega do hebraico feita em torno de 250 aC, atesta a confiabilidade e consistência da AT quando ele é comparado com manuscritos hebraicos existentes.
  2. Os rolos do mar morto descobertos em 1947 também demonstram a confiabilidade do AT
  3. Os Manuscritos do Mar Morto foram documentos antigos que estavam escondidos em uma caverna em Israel a cerca de 2000 anos atrás. Os pergaminhos continham muitos livros do Antigo Testamento, sendo um deles Isaías..
    1. Antes dos pergaminhos serem descobertos, o mais recente manuscrito do AT foi datado por volta de 900 D.C. conhecidos como textos massoréticos. Os pergaminhos continham documentos de 1000 anos antes. Uma comparação entre os manuscritos revelou uma incrível precisão na transmissão de informações pelas copias já existentes que os críticos se calaram.
  4. O NT tem mais de 5000 manuscritos em Grego para pesquisa existindo ainda mais 20,000 manuscritos em outras línguas. Algumas das evidencias nestes manuscritos apontam para datas de aproximadamente 100 depois dos escritos originais. E quando comparados tem menos de 1% de variação textual entre si.
  5. Tempo estimados em que foram escritos.
    1. Cartas de Paulo, 50-66. D.C.
    2. Mateus, 70-80.D.C.
    3. Marcos, 50-65. D.C.
    4. Lucas, 57-60. D.C.
    5. João, 80-100.D.C.
    6. Apocalipse, 96- D.C.
    7. Alguns dos manuscritos de apoio do NT são:
    8. John Rylands MS escrito por volta de 130 dC, o mais antigo fragmento existente do NT
    9. Papiro Bodmer II (150-200 dC)
    10. Chester Beatty Papiros (AD 200), contém grandes porções do NT
    11. Codex Vaticanus (AD 325-350), contém quase toda a Bíblia.
    12. Codex Sinaiticus (350 dC), contém quase todo o NT e mais da metade da OT
    13. Nenhum outro escrito antigo pode se orgulhar de ter cópias tão perto do tempo da escrita original. Com a Bíblia, a diferença é de cerca de 50 anos. Com Platão e Aristóteles, por exemplo, a diferença é medida em centenas de anos.
    14. Profecia e as probabilidades matemáticas de realização:
    15. As chances matemáticas de Jesus cumprir 48 das 61 principais profecias a respeito dele é de 1 em 10.157; que é o numero um seguido de  157 zeros.
    16. Em comparação, o número estimado de elétrons em todo o universo conhecido é de cerca de 1079; que é um seguido por 79 zeros.

Inspiração e inerrância

 

A Bíblia é inspirada por Deus. Inspiração significa que Deus, através do Espírito Santo, fez com que os escritores da Bíblia para escrevessem a revelação precisa e bem fundamentada da parte de Deus. Ela é inspirada por Deus (2 Tim. 3:16), através da instrumentação dos apóstolos e dos profetas (2 Pe. 1:21).

v. É sem erro nos manuscritos originais e absolutamente confiáveis e verdadeiros em todas as áreas que aborda.

vi. Todo verdadeiro cristão aceita a inspiração Plenária e autoridade da Bíblia.

K. As precisões científicas na Bíblia.

A forma esférica da terra (Isaías 40:22).

i A terra está suspensa em nada (Jó 26: 7.).

ii. As estrelas são inumeráveis (Gen. 15: 5).

iii. A existência de vales nos mares (2 Sam. 22:16).

iv. A existência de nascentes e fontes no mar (Gen. 7:11; 8: 2; Pv 8:28.).

v A existência de caminhos de água (correntes oceânicas) nos mares. (Salmo 8: 8).

vi. O ciclo da água (Jó 26:. 8; 36: 27-28; 37:16; 38: 25-27; Salmo 135: 7.; Eclesiastes 1: 6-7).

vii. O fato de que todos os seres vivos reproduzem segundo sua própria espécie (Gen. 1:21; 6:19).

viii. A natureza da saúde, saneamento e doença (Gn. 17: 9-14; Lv 12-14).

ix. O conceito de entropia - de que a energia está se esgotando (Salmo 102: 26).

  1. Deus

A. Deus é o único Ser Supremo. Ele é Santo (Ap 4: 8), Eternal (Isaías 57:15), onipotente, onipresente (Salmo 139: 7-12) (Jer 32:17, 27)., Onisciente (1 João 3:20); etc.

B. Ele é amor (1 João 4: 8, 16); Light (João 1: 5); Espírito (João 4:24); Verdade (Salmo 117: 2); Criador (Isaías 40:12, 22, 26), etc.

C. Ele deve ser adorado (Gen. 24:26; Êxodo 04:31;. 2 Crônicas 29:28; 1 Cor. 14:25; Rev. 7:11).

D. Ele é para ser servido (Mt 4:10; 1 Cor 6:19; Fp 3:... 7; 1 Tessalonicenses 1: 9.; Hb 9:14.).

E. Ele deve ser proclamado (Mat. 28: 19o .; João 14: 15s .; Atos 1: 8)

"Adorar a Deus é servir e proclamá-Lo, servir a Deus é proclamar e adorá-Lo;. Proclamar Deus é adorar e servir a Ele"

O nome de Deus é Jeová ou Javé. É composto de quatro consoantes hebraicas. A pronúncia precisa do nome de Deus foi perdida. Em Êxodo 3:14 Deus proclama o Seu nome ser "EU SOU". "Deus disse a Moisés:" EU SOU O QUE EU SOU Isto é o que haveis de dizer aos israelitas: ".. EU SOU me enviou a vós" (NVI)

F. Deus é uma Trindade - um Deus que existe simultaneamente em três pessoas. Cada um é coigual copoderoso, e coeterno com o outro. Cada pessoa - Pai, Filho e Espírito Santo é Deus; todos compreendem o único Deus.

0. A Doutrina da Trindade se opõe a:

1. Unicismo também conhecido como Só Jesus - Há uma pessoa na Divindade que levou três formas ou modos consecutivos. Primeiro foi o Pai que, em seguida, tornou-se o Filho, que, em seguida, tornou-se o Espírito Santo.

1. Grupos atuais são: A voz da Verdade (IEVV);

-Igreja Só Jesus;

-Igreja Local (Witness Lee)

-Adeptos do Nome Yehoshua e Suas Variantes;

-Tabernáculo da Fé.

-A Voz da Pedra Angular (Willian Soto Santiago)

-Ministério Internacional Creciendo en Gracia

-Igreja Cristo Vive (do apostolo Miguel Ângelo)

-Pentecostal Novo Nascimento em Cristo e outras

2. Monarquismo dinamista - Apenas uma pessoa na Divindade, o Pai. Sendo que Jesus e o Espírito Santo não são Deus.

1. Os grupos atuais são as Testemunhas de Jeová, Christadelphianismo, e The Way International. Esta doutrina é herética. Ela nega a Trindade, a divindade de Cristo, e a divindade do Espírito Santo.

3. Triteísmo -é uma perversão da doutrina cristã da Trindade que pode ser vista como uma espécie de politeísmo. Visa Deus como três Deuses iguais e distintos.

G. O cristianismo é monoteísta - Só um Deus na existência em todas as épocas e tempos. Veja Isaías 43:10; 44: 6, 8; 45: 5, 14, 18, 21, 22; 46: 9; 47: 8; João 17: 3; 1 Cor. 8: 5-6; Gal. 4: 8-9 para os versos que ensinam o monoteísmo.

H. O cristianismo é teísta - Deus existe e está ativamente envolvido no mundo.

Politeísmo - A crença em muitos deuses.

0. Monolatria - A crença em mais de um Deus, mas servem e adoram somente um, exemplo: o mormonismo.

1. Henoteísmo - A crença em um Deus sem negar a existência dos outros.

O Panteísmo – O Panteísmo é a crença de que Deus é tudo e todo mundo e que todo mundo e tudo é Deus. O Panteísmo é semelhante ao Politeísmo (a crença em muitos deuses), mas vai além dele ao ensinar que tudo é Deus. Uma árvore é Deus, uma rocha é Deus, um animal é Deus, o céu é Deus, o sol é Deus, você é Deus, etc. O Panteísmo é a suposição por trás de muitas seitas e religiões falsas (ex: Hinduísmo e Budismo, as várias seitas de unidade e unificação, e os adoradores da mãe natureza).

ii. Panenteísmo - A crença de que Deus está no universo. Difere com o panteísmo, que afirma que Deus é o universo e tudo o que ela compreende.

iii. Deísmo - Deus existe, mas não está envolvido no mundo.

  1. Criação

A. Deus criou o universo físico e espiritual a partir do nada (Gn 1:01 a seguir; Salmos 33: 6; João 1: 3; Rom 4:17; 1 Cor 01:28..).

Ele não fez o mundo a partir de uma parte de si mesmo.

Ele não fez o mundo a partir de uma substância chamada "nada".

B. Especificamente era Jesus, o primogênito (Col. 1,15), segunda pessoa da Trindade, que criou todas as coisas (Colossenses 1: 16-17; Isaías 44:24).

C. Porque Deus criou todas as coisas, Ele é antes de todas as coisas, e além de todas as coisas. Portanto, todo o universo está sob seu controle.

D. Porque Deus criou todas as coisas, Ele é capaz de fornecer para a Sua criação através dos meios de sua criação, ou seja, tempo, chuva, plantas, animais, luz do sol, etc. Alguns dizem seis dias de 24 horas; outros dizem que nem  seis longos períodos.

 

                                                          O Homem

  1. Criação do homem:

O homem não é apenas a coroa da criação, mas também o objeto de cuidado especial de Deus.

i. O homem foi feito originalmente puro - sem pecado.

ii. “Então Deus disse:” Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança, e domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra, e sobre todos os répteis que movem se ao longo do terreno “. E criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou "(Gênesis 1: 26-27; ver também, 2: 7, 21-23).

. "... Façamos o homem" é uma revelação do conselho divino antes da criação do homem - "nós" é o conselho trinitária. Veja também Gênesis 11:7.

O homem foi criado diferente dos animais. Ele tinha o fôlego da vida soprou nele por Deus (Gn 2: 7). Os animais não. Além disso, ao homem foi dado o domínio sobre os animais. O homem pode conhecer a Deus, adorá-Lo e amá-Lo. Os animais não podem.

iii. O homem é feito de duas ou três "partes"?

Dicotomia é um termo que significa uma divisão em duas partes: corpo e alma. As palavras "espírito" e "alma" são frequentemente usados ​​como sinônimos.

i. "Maria disse:" A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador. "(Lucas 1: 46-47).

ii. "A minha alma anseia por você no meio da noite; pela manhã meu espírito anseia por você..." (Isaias 26: 9).

iii. Para o termo "Corpo e alma" ver Mat. 06:25; 10:28.

iv. Para o termo "Corpo e espírito" ver 1 Cor. 5: 3, 5.

i. Tricotomia é um termo que significa uma divisão em três partes: corpo, alma e espírito.

E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. (1 Ts. 5:23).

i. "Porque a palavra de Deus é viva e eficaz e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas;. Julga os pensamentos e intenções do coração" (Hb. 4:12) .

b. Não há uma posição ortodoxa oficial sobre o número de partes do homem.

                                                                    A origem da Alma.

Traducionismo: " as almas dos homens são reproduzidas juntamente com os corpos pela geração natural e, portanto, são transmitidas pelos pais aos filhos."(Berkhoff, Teologia sistemática. p. 187).

  1. Criacionismo: "A alma é criação de Deus, tendo a sua origem num ato direto de Deus" (Berkhoff, p. 172).

   i. Exceto por Adão, a Bíblia não faz observação clara a respeito da origem da alma.

    ii. O homem foi criado a imagem de Deus.

  1. Significa que o homem tem habilidades morais e intelectuais similares a de Deus, ainda que não tão vasta e perfeita como a do criador.
    1. "Disse Deus, ‘Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança'" (Gen. 1:26).
    2. "E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou" (Col. 3:10).
  2. O homem está acima dos animais em "capacidade racional, consciência moral, busca da beleza, uso da linguagem e consciência espiritual.”.

B.     O homem antes da queda.

  1. A lei de Deus foi inscrita em seus corações. Adão e Eva estavam sem pecado e "dotados de conhecimento, justiça e santidade verdadeira á imagem de Deus, com a plena capacidade de manter a Lei de Deus." ( Confissão de fé de Westminster, 4:2).
  2. Neste estado, o homem tinha acesso livre e sem obstáculos a Deus. Isso é exemplificado no relato de Gênesis 3: 8, onde Deus estava andando no Jardim.
  3. O homem, a queda, e seus efeitos:
    1. Adão e Eva se rebelaram contra Deus e pecaram em comer o fruto proibido.
    2. “Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. " (Rm. 5:12, ).
  4. Qual foi o pecado deles?
    1. Eles ouviram a Satanás e comeram do fruto proibido por Deus. (Gen. 3:1-13).
  5. Qual foi a consequência dos seus pecados?
    1. Morte (Rm. 6:23) e separação da presença de Deus (Is 59:2).
    2. Transmissão da natureza pecaminosa para seus filhos e descendência posterior (Sl 51:5).
    3. A criação também foi afetada (Gen. 3:17; Rm. 8:22).
  6. Como seus pecados afetaram a Deus?
    1. Eles se tornaram impróprios para continuarem na presença de Deus (Is 59:2).
    2. Tornaram-se incapazes de fazerem a vontade de Deus (Rm. 6:16; 7:14).
    3. Eles tornaram-se sujeitos à maldição da lei e da morte (Deut. 27:26; Rm. 6:23).
  7. Pecado original—A doutrina a qual herdamos nossa natureza pecaminosa de Adão (Rm. 5:12-21):
    1. . Adão foi o representante de toda a humanidade; ou seja, ele representava todas as pessoas no Jardim do Éden.
      1. "Em Adão todos morreram.” (1 Cor. 15:22).
      2. A frase "Em Adão" indica nossa relação com Adão, que ele nos representava no jardim. Da mesma maneira, que estar "Em Cristo" indica nossa relação com Jesus, que Ele nos representou na cruz (Rm. 5:18; 6:11; 8:1; 1 Cor. 1:2; 15:22; 2 Cor. 5:19).
    2. Nossos pecados em Adão: " Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. " (Rm. 5:12). Veja também Rm. 5:18; 1 Cor. 15:22.
  8. Homem após a morte e antes da ressurreição.
    1. O estado intermediário:
      1. É a condição da alma entre a morte do corpo e a ressurreição.
      2. Pouco é falado sobre isto nas escrituras, mas sabemos que estará em estado de consciência. (2 Cor 5:5-8; Lucas 16:19-31).
      3. Nós estaremos conscientes e, aparentemente, com o Senhor (Fp. 1:21-23).
        1. Para os justos será um tempo de bênçãos e alegria (Lucas 16:19-31).
        2. Para os injustos será um tempo de sofrimento e dor (Lucas 16:19-31) como exemplificado no relato de Lázaro e o homem rico.

 

 

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.