É Pedro a pedra a qual a Igreja está edificada?

Por- Matt Slick- Tradução David Brito

"Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela" (Mt. 16:18).

A Igreja Católica Romana coloca uma grande ênfase em Pedro e afirma que Jesus disse que edificaria Sua igreja sobre ele.

  1. No colégio dos Doze, Simão Pedro ocupa o primeiro lugar [. Jesus confiou-lhe uma missão única. Graças a uma revelação vinda do Pai, Pedro havia confessado: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo" (Mt 16,16). Nosso Senhor lhe declara na ocasião: "Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei minha Igreja, e as Portas do Inferno nunca prevalecerão contra ela" (Mt 16,18). Cristo, "Pedra viva"; garante a sua Igreja construída sobre Pedro a vitória sobre as potências de morte. Pedro, em razão da fé por ele confessada, permanecerá como a rocha inabalável da Igreja. Terá por missão defender esta fé de todo desfalecimento e confirmar nela seus irmãos " (Catecismo da Igreja Católica par 552)

 

  1. “Pela palavra "pedra" o Salvador não pode ter referindo-se a si mesmo, mas apenas a Pedro, como é aparente que em aramaico a mesma palavra (Kipha) é usada para "Pedro" e "pedra". Sua declaração, então, admite apenas uma explicação, ou seja, que Ele desejava fazer de Pedro, o cabeça de toda a comunidade dos que creram Nele como o verdadeiro Messias. E que, através deste fundamento (Pedro), o Reino de Cristo seria invencível; que a orientação espiritual dos fiéis foi colocada nas mãos de Pedro como representante especial de Cristo. " (http://www.newadvent.org/cathen/11744a.htm) [Inglês]

A referência bíblica à qual a Igreja Católica Romana tenta fundamentar a sua posição é encontrada em Mt. 16:18. Analisemos no contexto.

"E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?  E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas.  Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?  E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.  Então mandou aos seus discípulos que a ninguém dissessem que ele era Jesus o Cristo,"(Mat. 16:13-20).

Há problemas com a posição católica romana. Primeiro de tudo, quando olhamos para o grego de Mateus 16:18, vemos algo que não é óbvio no Português. "Tu és Pedro (πέτρος, Petros) e sobre esta pedra (πέτρα, petra) edificarei a minha igreja." No Grego substantivo têm gêneros. É semelhante às palavras em português ator e atriz. O primeiro é masculino, e o segundo é feminino. Da mesma forma, a palavra grega, "petros," é masculino, já "petra" é feminino. Pedro, o homem, é apropriadamente denominado Petros. Mas Jesus disse que a pedra a qual Ele iria construir Sua igreja não era o masculino "Petros", mas a "petra" feminino Deixe-me ilustrar usando as palavras "ator" e "atriz:". "Você é o ator, e com essa atriz, vou fazer o meu filme" Você percebe como a utilização correta do gênero influencia como uma frase é entendida? Jesus não estava dizendo que a igreja seria construída sobre Pedro, mas em cima de outra coisa. A que, então, “petra”, substantivo feminino se refere?

A palavra feminina “petra” ocorre quatro vezes no Novo Testamento Grego

·         Mt. 16:18, "Pois também eu te digo que tu és Pedro(petros), e sobre esta pedra(petra)edificarei a minha igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela."

·         Mt. 27:60, "e depositou-o no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha(petra); e, rodando uma grande pedra para a porta do sepulcro, retirou- se."

·         1 Co. 10:4, “e beberam todos da mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra(petra)espiritual que os acompanhava; e a pedra (petra) era Cristo.   ."

·         1 Pe. 2:8, “e: Como uma pedra (petra) de tropeço e rocha de escândalo; porque tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados."

Podemos ver claramente que nos três outros usos da palavra grega petra (nominativo singular "Petras" em 1 Cor. 10: 4 é genitivo singular), a palavra se refere a uma grande massa de rocha em que um túmulo é esculpido (Mt 27:60.) e em referência a Cristo (1 Cor. 10: 4, 1 Ped. 2: 8). Note que o próprio Pedro no último versículo se refere a petra como sendo Jesus! Se Pedro usa a palavra como uma referência a Jesus, então não deveríamos?

Isto pode ser facilmente verificado ao se fazer uso de um léxico da língua grega koine, como por exemplo, o Léxico de Strong:

Petros

4074 πετ ρος Petros aparentemente, palavra primária; TDNT - 6:100,835; n pr m Pedro = “uma rocha ou uma pedra” 1) um dos doze discípulos de Jesus

Petra

4073 πετ ρα petra do mesmo que 4074; TDNT - 6:95,834; n f 1) rocha, penhasco ou cordilheira de pedra 1a) rocha projetada, penhasco, solo rochoso 1b) rocha, grande pedra 1c) metáf. homem como uma rocha, por razão de sua firmeza e força de espírito

Uma pedra é móvel, instável, e isso é exatamente o que vemos com Pedro, que duvidou quando ele andou sobre a água, que negou Jesus, e que foi repreendido por Paulo em Antioquia.

·         Mt. 14:29-30, " 29 Então Jesus lhe responde: “Vem!” E Pedro, deixando o barco, andou por sobre as águas e foi na direção de Jesus. 30 Todavia, reparando na força do vento, teve medo, e começando a afundar, gritou: “Senhor! Salva-me!”  "

·         Lucas 22:57-58, " 57 Contudo, Pedro negou, assegurando-lhe: “Mulher, não o conheço!” 58 Pouco depois, um homem também o viu e afirmou: “Tu também és um deles!” Mas Pedro o contradisse: “Homem, eu não sou!” 

·         Gl. 2:11,14 " 11 Quando, porém, Pedro chegou a Antioquia, eu o enfrentei face a face, por causa da sua atitude reprovável. 14 Contudo, assim que percebi que não estavam se portando de acordo com a verdade do Evangelho, repreendi a Pedro, diante de todos: “Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não conforme a tradição judaica, por que obrigas os gentios a viver como judeus?  "

Jesus, que conhecia o coração de Pedro, não estava dizendo que Pedro, a pedra móvel e instável, seria a rocha inabalável sobre a qual a Igreja seria construída. Pelo contrário, ela seria construída sobre Jesus, e foi essa a verdade que Pedro tinha afirmado quando ele disse a Jesus: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo," (Mt. 16:16). Isto é consistente com as Escrituras a qual em outras partes a palavra rocha é usada em referência a Deus, mas nunca a um homem. Dt. 32:4, " Ele é a nossa Rocha, suas obras são todas perfeitas, e seus caminhos todos, justos. Deus é fiel, e jamais comete erros. Deus é bom, sábio e justo!"

Outras ocorrências

·         2 Samuel. 22:2-3, "O Senhor é o meu rochedo, a minha fortaleza e o meu libertador. É meu Deus, a minha rocha, nele confiarei; é o meu escudo, e a força da minha salvação, o meu alto retiro, e o meu refúgio. O meu Salvador; da violência tu me livras."

·         Salmo 18:31, " Pois, quem é Deus senão o Senhor? e quem é rochedo senão o nosso Deus?"

·         Isaias 44:8, " Não vos assombreis, nem temais; porventura não vo-lo declarei há muito tempo, e não vo-lo anunciei? Vós sois as minhas testemunhas! Acaso há outro Deus além de mim? Não, não há Rocha; não conheço nenhuma."

·         Romanos. 9:33, " como está escrito: Eis que eu ponho em Sião uma pedra de tropeço; e uma rocha de escândalo; e quem nela crer não será confundido."

Deveria ser óbvio a partir da Palavra de Deus que a rocha a qual Jesus estava se referindo não era Pedro, mas Ele mesmo.

O aramaico Kepha

Em contraste com isso, no ponto # 2 no início deste artigo, a Igreja Católica Romana diz que a rocha não pode se referir a Jesus ", mas apenas a Pedro - como é muito mais aparente em aramaico em que a mesma palavra (Kipha) é usado para 'Pedro' e 'Rocha’. O problema é que o texto não é em aramaico, mas em grego. Desde que nós não temos o texto em aramaico, não é adequado se referir a ele como prova da posição católica romana. Temos de nos perguntar por que a Igreja Católica Romana recorreu ao uso de algo que não existe?. É porque o seu argumento não tem apoio algum no texto grego, que são os textos os quais possuímos, então eles se apoiam em algo que não existe.

Além disso, em João 1:42 diz: "E o levou a Jesus. Jesus, fixando nele o olhar, disse: Tu és Simão, filho de João, tu serás chamado Cefas (que quer dizer Pedro)”A palavra "Pedro" aqui é petros não petra. Ele é usado para elucidar o aramaico Cefas, o qual em aramaico não é um nome.

"Exceto em Jo.1:42, onde é usado para elucidar o aramaico Kepha, Pétros é usado no NT apenas como um nome para Simão Pedro. . . A tradução suporta a visão de que Cefas não é um nome próprio, já que não se costuma traduzir nomes próprios."1

Jesus é a rocha sobre a qual a igreja é edificada

A verdade é que o único fundamento é Jesus. A única rocha da verdade é Jesus Cristo e nós, como Seus remidos, precisamos manter nossos olhos Nele. Estamos a olhar para ninguém mais como a fundação, a fonte, ou a esperança em que a igreja é construída. A Igreja é edificada sobre Jesus não Pedro.

"Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo" (1 Co. 3:11).


_____________
1.  Kittel, G., Friedrich, G., & Bromiley, G. W. (1995, c1985). Theological dictionary of the New Testament. Translation of: Theologisches Worterbuch zum Neuen Testament. (835). Grand Rapids, Mich. W.B. Eerdmans.

 

 

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.