Jesus, em Mateus 25:31-46, está ensinando que precisamos fazer boas obras para sermos salvos?

Por Matt Slick- Tradução David Brito

 

Católicos Romanos às vezes usam Mateus 25:31-46 como base bíblica para demostrar que as obras são necessárias para a salvação. Mas seria realmente isso que Jesus estaria ensinando? Vamos verificar com mais atenção;

Mateus 25: 31-46 “E quando o Filho do homem vier em sua glória, e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória;
32 E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas;
33 E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda.
34 Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;
35 Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;
36 Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e fostes ver-me.
37 Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?
38 E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos?
39 E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?
40 E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.
41 Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
42 Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
43 Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
44 Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
45 Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
46 E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.”

Note que em Mateus 25:34 Jesus disse, “o reino que vos está preparado.” Isto significa que estas pessoas já eram crentes, e no versículo 37, Jesus diz, “Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber?” Estes são os justos. Estes são os justificados de Deus (Fp 3:9). São os justos, os crentes, que fazem as boas obras. Não são as boas obras que irão fazer de alguém um cristão ou justo. Estes que já são do rebanho de Jesus que estão fazendo as boas obras é que herdarão a vida eterna.

Além disso, a herança é para aqueles que são filhos do Rei - por nascimento, por isso, eles já nascem de novo e não irão nascer de novo por fazerem as boas obras. Eles fazem as boas obras por já terem nascido de novo. Jesus disse que as suas ovelhas ouvem a sua voz e o seguem (João 10:27). Ou seja, eles seguem a Jesus pelo que eles são, ovelhas!. E ao fazê-lo, eles alimentam os pobres, visitam os que estão presos, etc. essas coisas são obras de caridade, que são contempladas na Lei do Antigo Testamento, tais como alimentar os pobres (Lv. 25:35), ajudando o necessitado (Dt. 15:11), demonstrando amor ao estrangeiro (Dt. 10:19), carregando o fardo uns dos outros (Ex 23:5), não prejudicar a ninguém nos negócios (Lv. 25:14). Jesus não está ensinando justificação pela fé e obras. Ele está ensinando sobre o julgamento vindouro e que aqueles que são verdadeiramente ovelhas terão feito as coisas que são corretas, e eles vão herdar a vida eterna, porque eles já são dEle. Aqueles que não são, serão julgados pela lei e serão condenados.

 

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.