O Catolicismo Romano e o Cristianismo são mesma coisa?

Por- Matt Slick – Tradução e adaptação David Brito – carmbrasil@gmail.com

Não, o Catolicismo Romano e o Cristianismo não são a mesma coisa. O cristianismo está devidamente definido por certas doutrinas que são reveladas na Bíblia. Ele não é definido, simplesmente dizendo que, por acreditar em Jesus você é um cristão. Os mórmons acreditam em Jesus, mas o seu Jesus é um irmão do diabo na pré-existência. O Jesus das Testemunhas de Jeová é o Arcanjo Miguel. Assim sendo, apenas dizer que acredita em Jesus não faz de você um cristão. É por isso que a Bíblia nos diz que Jesus é Deus em carne, criador do universo. Da mesma forma, existem doutrinas essenciais; e se qualquer uma dessas doutrinas essenciais for violada por uma igreja, esta igreja apenas aparenta ser cristã, mas não é. 

Quais são estas doutrinas?  A bíblia nos diz, vamos dar uma olhada.

  1. Existe apenas um único Deus, e somente a Ele devemos servir (Êxodo 20:3; Isaias 43:10; 44:6, 8).
  2. Jesus é Deus e homem (João 1:1, 14; 8:24; Col. 2:9; 1 João 4:1-4).
  3. Jesus ressuscitou dos mortos fisicamente (João 2:19-21; 1 Cor. 15:14).
  4. Salvação pela graça através da Fé (Rm. 5:1; Ef. 2:8-9; Gl. 3:1-2; 5:1-4).
  5. O evangelho é a morte, sepultamento, e ressurreição de Jesus Cristo Segundo as escrituras. (1 Co. 15:1-4; Gl. 1:8-9).
  6. Deus é uma Trindade (Mt. 28:19; 1 Co. 12:4-6; 2 Co. 13:14).
  7. Jesus nasceu da Virgem Maria (Mt. 1:25).

Assim sendo quem é cristão verdadeiro irá acreditar nestas coisas e jamais as negará.  O catolicismo Romano viola duas destas verdades bíblicas (#1 e  #4).  A primeira, ao promover Maria (e os santos) ao nível de capacidade semelhante a Deus, eles quebram o mandamento de não ter outros deuses diante do Deus vivo e verdadeiro. 

O Catolicismo Romano promove Maria a nível de intercessora (Catechism of the Catholic Church paragraph 969); Maria fez expiação pelos pecados do homem (Fundamentals of Catholic Dogma, page 213); Maria é o tema da pregação e adoração (Vatican Council II, p. 420); etc.

Além disso, o catolicismo viola a doutrina bíblica de salvação pela graça mediante a fé. O apostolo Paulo, apenas para dar um exemplo, nos diz em Romanos 4:5, "Mas, àquele que não pratica, mas crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é imputada como justiça."  Mas o Catolicismo Romano nega esta verdade ao declarar, ". . para que todos os homens possam alcançar a salvação através da fé, o Batismo e a observância dos mandamentos," (CCC, par 2068). 

Considere estes ensinos da Igreja Católica;

"Se alguém disser que o ímpio é justificado somente pela fé, entendendo que nada mais se exige como cooperação para conseguir a graça da justificação, e que não é necessário por parte alguma que ele se prepare e disponha pela ação da sua vontade - seja excomungado;”  (Concílio de Trento Cânon numero 9).

O Cânon 14 expressa:

"Se alguém disser que o homem é absolvido dos seus pecados e justificado porque crê indubitavelmente que é absolvido e justificado; ou, que ninguém é verdadeiramente justificado, senão quem crer que é justificado; e que somente com esta fé se efetua a absolvição e a justificação - seja excomungado"

Mas as escrituras dizem;

"Porquanto pelas obras da lei nenhum homem será justificado diante dele [de Deus]; pois o que vem pela lei é o pleno conhecimento do pecado."

   Romanos 3:20

"Concluímos pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei."

   Romanos 3:28

"Não em virtude de obras de justiça que nós houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou mediante o lavar da regeneração e renovação pelo Espírito Santo."

   Tito 3:5

 

Assim, mesmo que o catolicismo romano afirme ser cristão e que é a única igreja verdadeira, ela viola os elementos essenciais da fé cristã. Ela vai além do que está escrito na Palavra de Deus (1 Cor. 4: 6). Ela nega a soberania única e verdadeira do Deus vivo promovendo a oração e adoração de Maria. Além disso, ela nega a justificação pela fé em Cristo.

Conclusão:

A Igreja Católica não é uma Igreja Cristã.

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.