A prova lógica de que o mormonismo é falso

Por Matt Slick

Mormonismo ensina que Deus era um homem em outro mundo, e que ele se tornou um deus (isso é chamado de exaltação) e veio a este mundo com sua esposa deusa. Ele foi capaz de se tornar um deus, porque ele seguiu as leis e ordenanças do deus que serviu em outro mundo. Que Deus, por sua vez foi exaltado por seu deus, que foi exaltado por seu deus, ad infinitum. Em outras palavras, há uma progressão dos deuses sendo formados, o tanto para trás que você conseguir olhar no tempo.

A Verdade não se contradiz. Se eu der duas declarações sobre o  mesmo assunto e as duas declarações contradizem uma a outra, então você saberia que algo estava errado. A lei da não contradição afirma que uma coisa não pode ser verdadeira e falsa, no mesmo sentido, ao mesmo tempo. Em outras palavras, a verdade não se contradiz. Isto é lógica básica. O que é verdade é internamente consistente e não contém impossibilidades lógicas. Se algo contém uma impossibilidade lógica, então ele não pode ser verdade.

Mormonismo Ensina uma regressão infinita de causas. Isso significa que ele ensina que cada deus foi feito um deus por um deus anterior. Isso ainda significa que este processo tem sempre  ocorrido. Em outras palavras, a partir de uma infinidade de tempo no passado, o plano  Mórmon de exaltação (se tornarem deuses) está em vigor. O único problema é que isto é logicamente impossível. Uma vez que é impossível logicamente, isto significa que o mormonismo é falso. Vamos olhar mais de perto.

Não pode haver uma regressão infinita de causas, ou seja, um deus que exaltou alguém à divindade, que exaltou alguém à divindade, ad infinitum (infinitamente) é logicamente impossível. Por quê? Porque você não pode atravessar uma infinidade.

Em outras palavras, para podermos chegar ao estado atual deste deus neste planeta, teria que haver um número infinito de exaltações no passado. Mas, isso não pode ser, porque para chegar ao presente, você teria que atravessar um número infinito de exaltações. Mas isso é impossível, já que você não pode atravessar aquilo que é infinito - se você pudesse atravessar  uma infinidade de tempo, então não é infinito. Portanto, o sistema mórmon de regressões infinitas de exaltações à divindade é impossível, e mormonismo dá uma prova simples de sua falsidade.

Outra maneira de olhar para isso é perguntar o que é a primeira causa de exaltação ao Supremo? Para ser exaltado significa que alguém (um deus) teria de executar a ação de exaltação (como ensina o Mormonismo ). Mas, se há um número infinito de exaltações (um número infinito de causas de exaltação), então poderíamos nunca encontrar a causa primeira, pois não haveria uma. Se não há causa primeira, então não pode haver uma segunda, uma terceira, etc, e nunca poderia haver uma sequencia destes eventos ocorrendo.

No entanto, o mormonismo não vai ceder a uma prova lógica uma vez que seus testemunhos não são baseados em fatos, mas no que eles alegam ser um testemunho do Espírito Santo. Naturalmente, todas as crenças religiosas dão testemunhos de que sua igreja é verdadeira (provando que os testemunhos são contraditórios e pouco confiáveis como um meio de determinar a verdade). No entanto, eles são ensinados a "sentir" uma  “verdade teológica” -  e não a pensar sobre o assunto.

Como, então, eles respondem a esta prova lógica que o mormonismo é falso? Normalmente eles dizem que é um mistério. Mistérios são bons, mas não é suficiente como explicações se contradizem a lógica. Em outras palavras, se um princípio é flagrantemente ilógico, então não pode ser verdade. Você consegue perceber o erro? Dizer isso é um mistério não significa nada se o mistério viola as leis da lógica. Assim temos uma prova lógica de que o mormonismo é falso.

Qual é a verdade?

Ok, se o princípio de eternas regressões mórmons é logicamente impossível, então o qual é a verdade?

A verdade é que não existe uma única causa não causada.  A lógica exige que deva haver um único ser que é sem começo e sobre há qual o tempo não tem significado ou afetem quem é a causa não causada. A Bíblia diz que Deus é imutável (ao contrário do deus Mórmon) e que ele foi Deus desde toda a eternidade. Este é exatamente o que a lógica exige como sendo verdadeiras. O Deus do cristianismo não é um homem exaltado de outro planeta com uma esposa deusa. O Deus do cristianismo sempre foi Deus, e nunca foi outra coisa.

Preste atenção nos seguintes versículos;

  • "Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos. (Mal. 3:6)
  • “Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, mesmo de eternidade a eternidade, tu és Deus”. (salmos 90:2).

O que é triste é que esta prova lógica simples, é uma prova de que o Mormonismo é falso, e significa basicamente nada para aqueles cujos olhos espirituais foram cegados pelo deus deste mundo.

  • “Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus " (2 Cor. 4:3-4).

 

Este artigo está disponível também em: Espanhol

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.