Liderança federal, ou representativa.

Por Matt Slick- Tradução e adaptação- David Brito-

Autoridade representativa é algo estranho para a sociedade moderna, mas é um conceito bíblico. É o ensinamento de que o pai é aquele que representa a sua família, seus descendentes. Prova disto pode ser encontrada em Hb. 7:8-10.

“E aqui certamente tomam dízimos homens que morrem; ali, porém, aquele de quem se testifica que vive. E, por assim dizer, por meio de Abraão, até Levi, que recebe dízimos, pagou dízimos. Porque ainda ele estava nos lombos de seu pai quando Melquisedeque lhe saiu ao encontro"

Levi era um descendente distante de Abraão, mas é dito que Levi pagou o dízimo a Melquisedeque, embora Levi ainda não houvesse nascido. Como pode ser? É porque Abraão representava seus descendentes. Sabemos que Levi não pagou o dizimo fisicamente a Melquisedeque, mas sabemos que Abraão o fez. Portanto, essa passagem ensina a natureza representativa de Abraão sobre seus descendentes. Sem este entendimento essa passagem, não faria qualquer sentido. 

Liderança Federal também encontra o seu lugar na Epístola de Romanos quando Paulo diz em Romanos. 5: 12-14,

“Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. Porque até à lei estava o pecado no mundo, mas o pecado não é imputado, não havendo lei No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir."

Nestes versos, vemos profundas verdades teológicas. Quando Paulo diz no verso 12 "porque todos pecaram", ele está usando o que é chamado de aoristo indicativo em grego. Isto significa que se trata de uma ação completada no passado. Portanto, há uma implicação lógica que podemos tirar disso. "Mas não era verdade que todos os homens tinham realmente cometido atos pecaminosos no momento em que Paulo estava escrevendo, porque alguns não tinham nascido ainda, e muitos outros tinham morrido na infância antes de cometer quaisquer atos conscientes do pecado. Assim, Paulo está se referindo que quando Adão pecou, Deus considerou verdade que todos os homens pecaram junto com ele."1

Considere por favor, duas cotações que lidam com a liderança federal.

"A visão de representação federal considera Adão, o primeiro homem, como o representante da raça humana que dele se originou. Como o representante de todos os seres humanos, o ato do pecado de Adão foi considerado por Deus como o ato de todas as pessoas e sua pena de morte foi feita judicialmente a sanção de todos."2 

"The federal headship of Adam presupposes and rests upon his natural headship.  He was our natural head before he was our federal head.  He was doubtless made our federal representative because he was our natural progenitor, and was so conditioned that his agency must affect our destinies, and because our very nature was on trial (typically if not essentially) in him.  Whatever, therefore, of virtue in this explanation the natural headship of Adam may be supposed to contain the federal theory retains."3 

Por isso, deve ficar claro que a autoridade representativa ensina que Adão nos representou; e quando ele caiu, nós caímos. 

Isto não é justo!

Mas alguns podem objetar e dizer que isso não é justo. Eles vão dizer que não devemos ser responsabilizados pelo pecado de Adão, porque nós não cometemos seu primeiro pecado, foi ele, e não nós que pecamos. Nós não somos responsáveis pelo pecado de Adão. Mas Somos afetados pelo pecado original de Adão de duas maneiras principais. 

Primeiro, o pecado original é o ensino que o primeiro pecado de Adão trouxe para nós, tanto a culpa, como uma natureza decaída. Ele nos trouxe culpa no sentido de que ele era nosso representante; e quando Adão morreu, nós morremos nele. 1 Cor. 15:22 diz: "Em Adão todos morrem. Em Cristo todos serão vivificados." Em segundo lugar, uma vez que Adão é o nosso antigo pai biológico, herdamos a sua natureza pecaminosa.

Em terceiro lugar, a negar a liderança representativa de Adão logicamente conduz a uma negação da liderança representativa de Cristo na Cruz.

Jesus representou os Cristãos

1 Cor. 15:45 diz, “O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante."  O "último Adão" é uma referência a Jesus por causa do relacionamento semelhante que existe entre Adão e Jesus.  Ou seja, tanto Adão e Jesus são Líderes de representação. Por favor, considere 1 Cor. 15:22 que diz: "Pois como em Adão todos morrem, assim em Cristo todos serão vivificados." Isso nos ensina que Adão e Cristo são chefes de grupos. Note "em Adão" e "em Cristo" está fazendo referência a nossa posição em relação a ambos.

Se Adão não representa a humanidade, então Jesus não poderia representar os cristãos quando Ele morreu na cruz. Como a ofensa de Adão resultou em condenação a todas as pessoas, assim também o sacrifício de Jesus resultou na justificação de todos aqueles que nEle creem (Rom. 5:18).

 É por causa de Liderança Federal - representação legal - que podemos ser salvos. Como o pecado de Adão foi imputado4 a nós por causa da queda, o nosso pecado foi igualmente imputado em Jesus na cruz; e a justiça de Jesus é imputada a nós quando nós o recebemos. Em outras palavras, se não fosse pela ideia bíblica de Liderança Federal (de uma pessoa que representa outros), Jesus não poderia ter nos representou na cruz. Se Jesus não nos representasse na cruz, então não poderia ser dito que; "Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus". (Colossenses 3: 3); e, "Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também viveremos com Ele" (Rom. 6: 8). Jesus nos representou tão completamente na cruz que se pode dizer que nós morremos com Ele. Se não fosse pela Liderança representativa, isso não seria possível; e nós não poderíamos ter morrido para o pecado.

Conclusão.

Liderança Federal é um conceito bíblico com algumas ramificações muito importantes. Devido a este conceito bíblico, podemos desfrutar da salvação, nós morremos para o pecado, e podemos descansar em Cristo, que nos representou diante do Pai ao satisfazer plenamente a Lei de Deus em nosso lugar.

 

1 Grudem, Wayne; Teologia  sistemática.

2.Walvoord, John F., and Roy B. Zuck, The Bible Knowledge Commentary, (Wheaton, Illinois: Scripture Press Publications, Inc.), 1983, 1985.

3.Hodge, A. A., Outlines of Theology, (Escondido, CA: Ephesians Four Group), 1999.

4. Imputar algo a uma pessoa significa pôr esse algo em sua conta (creditar) ou contá-la entre as coisas que lhe pertencem – ser-lhe creditado, e o que lhe é imputado passa a ser legalmente seu; é-lhe contado como sua possessão. Imputar significa contar, creditar, atribuir.

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.