1914, 607 aC, 586 aC e as Testemunhas de Jeová

Por- Matt Slick – Tradução e adaptação- David Brito-

 Uma data absolutamente crítica para as Testemunhas de Jeová é AD 1914. É a data em que, de acordo com as Testemunhas de Jeová, o tempo dos gentios terminou (Sentinela, 5/1/93, página 11) e "Jesus o guerreiro celestial Miguel tornou-se Rei do Reino celestial de Deus” (Sentinela 11/1/93, página 23). Para chegar a esta data, as Testemunhas de Jeová usam Daniel 4 e aplicam um ano de 360 dias para cada um dos sete "tempos" para um total de 2.520 anos. Eles acrescentam o resultado ao ano de  607 aC, a data da  queda de Jerusalém sob o domínio de Nabucodonosor, e chegam ao ano de 1914 AD, a data em que Jesus supostamente voltou invisivelmente nos céus (A verdade vos libertará, p. 300), o  chamado "tempo das nações " que terminou (o tempo está à mão, página 79), e o início do fim do mundo começou (Sentinela 11/15/50, página 438). Por favor, considere a seguinte citação.

" O tempo designado começou no ano de (AD) de 1914. Naquele ano importante dos tempos designados das nações, "2.520 anos chegou ao fim. Se medirmos de volta os 2.520 anos, contando do ano 1914, chegaremos à antiga data de 607 aC. Esse ano foi marcado para a derrubada do "trono de Jeová" na terra e para a destruição do trono na cidade de Jerusalém e do seu santuário, e para a desolação total do reinado de Judá."(A Sentinela 1958, pp 309-310)

  • Portanto, a data 607 aC se torna crítica para a questão. Foi em  607 aC a data em que Jerusalém caiu? Não, não foi. Nenhum estudioso da Bíblia e nenhum estudioso arqueológico concordam com esta data. A data correta é 586 aC e não 607 aC Portanto, as Testemunhas de Jeová estão errados sobre 1914 e tudo o que atribuem a essa data com base na sua incompreensão profética. Vejam suas declarações;

 

  • " O verdadeiro profeta Jeremias, e não os falsos profetas, foi justificado quando Jerusalém foi arrasada pelos soldados da Babilônia em 607 AC, o templo destruído, e a população foi morta e os sobreviventes levados cativos para a  distante Babilônia. Os poucos que escaparam  fugiram para o Egito. Jeremias: 43:4-7," (A sentinela 2/1/92, página 4).

 

  • "Em 607 AC, Israel foi levado cativo por 70 anos," (A Sentinela  4/15/92, página 10).

 

  • "Samaria foi tomada pelos  Assírios em 740 AC. E Jerusalém e seu templo destruídos pelos babilônios em 607 AC," (A Sentinela, 11/1/92, página 13).

 

  • " Os babilônios vieram em 607 aC. e despojaram Jerusalém . Seu povo e sua riqueza foram levados para a Babilônia. A cidade foi destruída, o templo foi queimado, e a terra ficou desolada.-2 Crônicas 36:17-21," (Sentinela 10/15/88, página 16).

Seguem-se as citações que demostram que a data correta para a queda de Jerusalém não foi 607 aC mas 586 aC

 

• De acordo com Encyclopedia.com, o cativeiro da Babilônia é definido como "o período desde a queda de Jerusalém (586 aC) para a reconstrução na Palestina de um novo Estado judeu (depois de 538 aC)."

  • "Você deve se lembrar de que os babilônios, sob Nabucodonosor, depois de dois cercos a Jerusalém, finalmente á capturaram em 586 aC O exército de Nabucodonosor, em seguida pilharam a cidade, destruindo o templo e enviando os habitantes para o exílio na Babilônia. ("Biblical Archaeological Review).

 

  • " . . . Nabucodonosor prontamente invadiram seu infeliz país e cercou Jerusalém por um ano e meio. Em 587 Jerusalém caiu e numerosos  habitantes foram levados cativos para a Babilônia” (Unger, Merrill, F., Unger's Bible Dictionary, Moody Press, Chicago, 1966, página 782).
    • Observe que o ano de 587 é dado com o ano da destruição e não o ano de 586  Por vezes, existe uma diferença de opinião a respeito de qual é o ano  exato. No entanto, é óbvio que 607 aC não chega nem perto.

 

  • "Em 586 Jerusalém foi queimada e destruída (Jer. 52:13b.); A população levada cativa (52:28-30).  (The International Standard Bible Encyclopedia, Eerdmans, Grand Rapids, Michigan, 1982, página 1016)

É bastante claro que a organização das Testemunhas de Jeová está errada sobre a data de  607 aC data em que eles colocam tanta teologia de seus tempos finais ". Se eles estão errados sobre um evento tão básico e não corrigiram seu erro para coincidir com fatos históricos, como eles podem ser confiáveis para representar a verdade bíblica?

O fato é que eles não podem mudar sua data de 1914, porque eles têm investido muito nela. Eles são obrigados a manter a data de 607 aC , embora o erro seja evidente. Pois admitir que estivessem errados é minar toda a credibilidade e verdade da Watchtower Bible and Tract Society. Isso eles não podem fazer, porque eles são mais dedicados à sua organização do que com a verdade.

 

 

 

 

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.