Se o Alcorão é verdadeiro, então o Islamismo é falso.

Por Matt Slick- Tradução David Brito

Se o Alcorão é verdadeiro, então o Islã é falso. Por quê? Porque o Alcorão diz que é para confiar nos Evangelhos, mas os quatro Evangelhos contradizem o Alcorão. Isso significa que o Alcorão não pode ser verdadeiro, se ele diz que a mensagem do evangelho também é verdadeira. Para mostrar isso, vou citar vários versículos do Alcorão. Os mais importantes estão em negrito. 

  1. Ninguém pode mudar a mensagem de Alá
    1. 6:34, " Já outros mensageiros, anteriores a ti, foram desmentidos; porém, suportaram abnegadamente os vexames e os ultrajes, até que Nosso socorro lhes chegou. Nossas decisões são inexoráveis; e conheces a história dos Nossos mensageiros anteriores.."
    2. 6:115, "As promessas do teu Senhor já se têm cumprido fiel e justiceiramente, pois Suas promessas são imutáveis, porque ele é o Oniouvinte, o Sapientíssimo."
    3. 18:27, "Recita, pois, o que te foi revelado do Livro de teu Senhor, cujas palavras são imutáveis; nunca acharás amparo fora d’Ele.."
  2. A Moisés foi entregue a Torá
    1. 2:87, " Concedemos o Livro a Moisés, e depois dele enviamos muitos mensageiros, e concedemos a Jesus, filho de Maria, as evidências, e o fortalecemos com o Espírito da Santidade. Cada vez que vos era apresentado um mensageiro, contrário aos vossos interesses, vós vos ensoberbecíeis! Desmentíeis uns e assassináveis outros!"
    2. 3:3, "Ele te revelou (ó Mohammad) o Livro (paulatinamente) com a verdade corroborante dos anteriores, assim como havia revelado a Tora e Evangelho"
  3. A Davi Foi dado os Salmos
    1. 4:163, "Inspiramos-te, assim como inspiramos Noé e os profetas que o sucederam; assim, também, inspiramos Abraão, Ismael, Isaac, Jacó e as tribos, Jesus, Jó, Jonas, Aarão, Salomão, e concedemos os Salmos a Davi."
  4. A Jesus foi dado o evangelho
    1. 57:27, "Então, após eles, enviamos outros mensageiros Nossos e, após estes, enviamos Jesus, filho de Maria, a quem concedemos o Evangelho; e infundimos nos corações daqueles que o seguem compaixão e clemência(1602). No entanto, seguem a vida monástica, que inventaram, mas que não lhes prescrevemos; (Nós lhes prescrevemos) apenas compraz a Deus; porém, não o observaram devidamente. E recompensamos os fiéis, dentre eles; porém, a maioria é depravada."
  5. Os cristãos devem julgar pelo o que está escrito nos evangelhos
    1. 5:47, "Que os adeptos do Evangelho julguem segundo o que Deus nele revelou, porque aqueles que não julgarem conforme o que Deus revelou serão depravados."
    2. 4. O Alcorão confirma a Torá, os Salmos e os Evangelhos, e os guarda.

5:48, " Em verdade, revelamos-te o Livro corroborante e preservador dos anteriores. Julga-os, pois, conforme o que Deus revelou e não sigas os seus caprichos, desviando-te da verdade que te chegou. A cada um de vós temos ditado uma lei e uma norma; e se Deus quisesse, teria feito de vós uma só nação(379); porém, fez-vos como sois, para testar-vos quanto àquilo que vos concedeu. Emulai-vos, pois, na benevolência, porque todos vós retornareis a Deus, o Qual vos inteirará das vossas divergências,"

  1. Pergunte aos cristão sobre dúvidas espirituais.
    1. 10:94, "Porém, se estás em dúvida sobre o que te temos revelado, consulta aqueles que leram o Livro antes de ti. Sem dúvida que te chegou a verdade do teu Senhor; não sejas, pois, dos que estão em dúvida."
    2. Maldição sobre aqueles que dizem que Deus tem um filho

9:30, " Os judeus dizem: Ezra é filho de Deus; os cristãos dizem: O Messias é filho de Deus. Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Deus os combata! Como se desviam!"

  1. Jesus não foi crucificado
    1. 4:157, " E por dizerem: Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Deus, embora não sendo, na realidade, certo que o mataram, nem o crucificaram(315), senão que isso lhes foi simulado. E aqueles que discordam, quanto a isso, estão na dúvida, porque não possuem conhecimento algum, abstraindo-se tão-somente em conjecturas; porém, o fato é que não o mataram."

Muito bem, então nós vimos que;

  1. Ninguém pode mudar a palavra de Alá (6:34; 6:115; 18:27)
  2. Jesus entregou o evangelho pela vontade de Alá (57:27)
  3. O Alcorão confirma o evangelho (5:48)
  4. Os evangelhos contradizem o Alcorão

Se, o Alcorão confirma os Evangelhos que dizem que Jesus foi crucificado Jesus (Mateus 27:26–31; Marcos 15:15–20; Lucas 23:32–34; João 19:17-18) e o Alcorão diz que Jesus não foi crucificado (Surah 4:157), então o Alcorão é falso. Mas se o Alcorão disser que os evangelhos são falsos, então o Alcorão nega seus próprios ensinos, assim sendo o Islã é falso.

Objeções respondidas

Objeção: O evangelho não é um registro escrito, mas a mensagem que Jesus deixou.

Sem chances, pois o Alcorão confirma a Torá, os Salmos e os Evangelhos (registros escritos) que já estavam em uso na época de Maomé. 

Sura 5:48, " Para ti [as pessoas do evangelho] Enviamos a Escritura na verdade, confirmando a escritura que vieram antes dele, e guardando-a em segurança..."

 

 

 

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.