Como a Igreja primitiva praticou a Sola Scriptura antes da Bíblia estar completa?

Por Matt Slick – Tradução David Brito

 

Sola Scriptura é o ensino de que a Bíblia é a autoridade final em todas as coisas que aborda, mas isso não significa que os concílios, várias tradições, ou história da igreja sejam ignorados. Isso significa que em tudo o que a bíblia omitir opinião, ela será sempre a autoridade final. Então, quando nos perguntam como a igreja primitiva praticava Sola Scriptura antes da Bíblia ser concluída, dizemos que eles julgaram verdades espirituais da mesma forma que os protestantes fazem hoje, pelas Escrituras. No caso daqueles antes da conclusão do Novo Testamento, eles usaram Escrituras do Antigo Testamento. Esta prática é exatamente o que encontramos no Livro de Atos.

Atos 17:1-11, "E, tendo passado por Anfípolis e Apolônia, chegaram a Tessalônica, onde havia uma sinagoga judaica. Como fazia habitualmente, Paulo foi à sinagoga e por três sábados argumentou com aquele grupo de pessoas com base nas Escrituras, explicando e comprovando que se fez necessário que o Cristo padecesse e ressuscitasse dentre os mortos. E proclamava: “Este Jesus que vos anuncio é o Messias!” assim, alguns dos judeus foram convencidos e se uniram a Paulo e Silas, bem como uma multidão de gregos obedientes a Deus e diversas senhoras da alta sociedade local
Porém, os líderes judeus sentiram forte inveja e reuniram alguns homens perversos dentre os desocupados e, agitando a população, iniciaram um tumulto na cidade. Invadiram a casa de Jasom, em busca de Paulo e Silas, com o  objetivo de arrastá-los para o centro do ajuntamento da multidão. Todavia, não os encontrando, agarraram Jasom e alguns outros irmãos e os entregaram aos governantes da cidade, exclamando: “Estes que têm causado alvoroço em todo o mundo, agora chegaram também aqui. E Jasom os hospedou em sua casa. Todos eles estão agindo contra os decretos de César, proclamando que existe um outro rei, chamado Jesus!” Ao ouvir tal denúncia, toda a multidão e os governantes da cidade ficaram apreensivos. Apesar disso, libertaram Jasom e os demais irmãos, após o pagamento da fiança estipulada. Os bereanos estudavam a Palavra 
Então, logo ao cair da noite, os irmãos enviaram Paulo e Silas para Bereia. Chegando ali, dirigiram-se à sinagoga localOs bereanos eram mais nobres do que os tessalonicenses, porquanto, receberam a mensagem com vívido interesse, e dedicaram-se ao estudo diário das Escrituras, com o propósito de avaliar se tudo correspondia à verdade."

O contexto é que Paulo e Silas tinham ido a uma sinagoga em Tessalônica, e ele estava argumentando "pelas Escrituras" (v 2) - não pela tradição -, a fim de estabelecer quem era Cristo. Agora, isso é importante, pois o Novo Testamento ainda não havia sido concluído. Paulo, o apóstolo estava usando as Escrituras do Antigo Testamento para falar de Cristo. Na verdade, ele foi tão eficaz que "um grande número de gregos tementes a Deus e um número de mulheres" foram persuadidos (v. 4). Então, isso significa que as Escrituras foram usadas na defesa da fé cristã aos judeus e gentios. Não houve nenhum apelo à tradição de qualquer espécie. 

O texto prossegue dizendo que Paulo e Silas foram para Berea e entraram na sinagoga dos judeus (v. 10), e esses judeus foram chamados de nobres porque eles examinaram as Escrituras para ver se o que Paulo dizia era verdade. Eles não verificaram a tradição. Eles checaram as Escrituras.

Vemos claramente que o conceito de Sola Scriptura é afirmado na Escritura. Os judeus usavam as Escrituras, não a tradição para validar o que o apóstolo Paulo estava ensinando e, em Atos 17:11, eles são chamados de nobres por fazê-lo. Isto significa que a ideia de ir para a Palavra de Deus para julgar a verdade espiritual foi afirmada pelo apóstolo Lucas, que escreveu o livro de Atos. Portanto, faz sentido dizer que a igreja primitiva fez a mesma coisa. Eles olharam para as Escrituras existentes para verificar o que era espiritualmente verdadeiro, pois eles seguiam os ensinos apostólicos.

1 Coríntios 4:6, "Ora, irmãos, estas coisas eu as apliquei figuradamente a mim e a Apolo, por amor de vós; para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, de modo que nenhum de vós se ensoberbeça a favor de um contra outro."

 

 
 

About The Author

Matt Slick is the President and Founder of the Christian Apologetics and Research Ministry.